Deuses da fertilidade: Deusas mãe, Deusa mãe, Sociedade matriarcal, Iemanjá, Gaia, Afrodite, Kuan Yin, Eurínome, Matres, The White Goddess

 
9781231565148: Deuses da fertilidade: Deusas mãe, Deusa mãe, Sociedade matriarcal, Iemanjá, Gaia, Afrodite, Kuan Yin, Eurínome, Matres, The White Goddess
From the Publisher:

Fonte: Wikipedia. Páginas: 32. Capítulos: Deusas mãe, Deusa mãe, Sociedade matriarcal, Iemanjá, Gaia, Afrodite, Kuan Yin, Eurínome, Matres, The White Goddess, Tiamat, Ninhursag, Religião matriarcal, Vênus, Icovellauna, Cibele, Nu Kua, Reia, Genii Cucullati, Freia, When God Was a Woman, Shákti, Ishtar, Aramazd, Pacha Mama, Taweret, Matres e Matronas, Ceridween, Potnia Theron, Aveta, The Hebrew Goddess, The Golden Bough, Mãe Natureza, Inanna, Mãe Tríplice, Pinikir, Aserá, Dea matrona, Nammu, Mama Killa, Deusa das serpentes, Makemake, Aufaniae, Magna Dea, Tealogia, Atlatonin, Aya. Excerto: Uma deusa mãe (ou deusa-mãe) é uma deusa, amiúde representada como a Mãe Terra; é representada como deidade de fertilidade geralmente sendo a generosa personificação da Terra. Como tal, nem todas as deusas podem considerar-se manifestações da Deusa Mãe. O termo refere-se a um mito universal de divindade feminina relacionada à Natureza, aos ciclos, à fertilidade, e seu culto remonta ao início da história humana, como pode ser observado nas retratações de Vênus da Pré-história. O culto à Deusa Mãe, ou religião matriarcal, foi observado inicialmente na Pré-história (Paleolítico e Neolítico), aonde foram encontradas estatuetas de culto, estendendo-se ao reino da Frígia, aonde ficou mais conhecida como Cibele, e daí à civilizações grega, romana, egípcia e babilônia aonde consolidou-se um enorme panteão de deusas. A existência do culto em várias culturas não-frígias evidencia no entanto que Cibele é tão-somente a manifestação local desta divindade, a qual era identificada, entre os gregos, à deusa Réia. Estudos apontam que a ascensão do patriarcado, iniciada com os hebreus, na religião fez com que a tradição de adoração à Deusa se tornasse ameaçadora à consolidação do poder pelos homens. Alguns ramos do cristianismo, tais como o catolicismo Romano, e a ortodoxia consideram Maria, como uma mãe espiritual, cumprindo um papel materno, e vista como uma força protetora e intercessora, porém...

"Sobre este título" puede pertenecer a otra edición de este libro.

(Ningún ejemplar disponible)

Buscar:



Crear una petición

Si conoce el autor y el título del libro pero no lo encuentra en IberLibro, nosotros podemos buscarlo por usted e informarle por e-mail en cuanto el libro esté disponible en nuestras páginas web.

Crear una petición