Reis de Jerusalém: Balduíno IV de Jerusalém, Amalrico I de Jerusalém, Balduíno I de Jerusalém, Melisende de Jerusalém, Fulque de Jerusalém

0 valoración promedio
( 0 valoraciones por GoodReads )
 
9781231477595: Reis de Jerusalém: Balduíno IV de Jerusalém, Amalrico I de Jerusalém, Balduíno I de Jerusalém, Melisende de Jerusalém, Fulque de Jerusalém
From the Publisher:

Fonte: Wikipedia. Páginas: 28. Capítulos: Balduíno IV de Jerusalém, Amalrico I de Jerusalém, Balduíno I de Jerusalém, Melisende de Jerusalém, Fulque de Jerusalém, Balduíno III de Jerusalém, Balduíno II de Jerusalém, Henrique II, Conde de Champagne, Guy de Lusignan, João I de Brienne, Conrado IV da Germânia, Conradino da Germânia, Isabel I de Jerusalém, Balduíno V de Jerusalém, Conrado de Montferrat, Sibila de Jerusalém. Excerto: Balduíno IV de Jerusalém (Jerusalém, 1161 - Jerusalém, 16 de Março de 1185), cognominado o Leproso, foi rei de Jerusalém de 1174 até à sua morte. Era filho do rei Amalrico I com a sua primeira esposa, Inês de Courtenay, irmão da rainha Sibila de Anjou, tio do seu sucessor Balduíno de Montferrat e meio-irmão da rainha Isabel I de Jerusalém. Apesar de o seu nascimento não ser mencionado em qualquer documento ou história contemporânea, as crónicas permitem estimar o ano do seu nascimento em 1161. Aquando do seu nascimento, o seu pai, então conde de Jaffa e Ascalon, pediu ao irmão, o rei Balduíno III de Jerusalém, para ser o padrinho do seu filho. Uma vez que este aceitou, a criança foi baptizada com o prenome de Balduíno. O Próximo Oriente em 1165Balduíno III morreu no ano seguinte, sendo sucedido por Amalrico. Para subir ao trono, este foi forçado pela nobreza cruzada a anular o seu casamento com Inês de Courtenay, julgada de personalidade demasiado volátil e propensa a intrigas para se tornar rainha da Cidade Santa. Inês manteve o título de condessa de Jaffa e Ascalon (posteriormente seria também senhora de Sídon) e continuou a receber uma pensão pelo rendimento desse feudo; e a Igreja declarou Balduíno IV e Sibila filhos legítimos do rei, preservando o seu lugar na ordem de sucessão. Amalrico voltaria a casar-se em 1167 com Maria Comnena, de quem nasceria Isabel I de Jerusalém. Enquanto Sibila foi enviada para ser educada com a sua tia-avó Ioveta, abadessa do convento de Betânia, Amalrico manteve o seu filho na corte de Jerusalém, tendo ...

"Sobre este título" puede pertenecer a otra edición de este libro.

(Ningún ejemplar disponible)

Buscar:



Crear una petición

Si conoce el autor y el título del libro pero no lo encuentra en IberLibro, nosotros podemos buscarlo por usted e informarle por e-mail en cuanto el libro esté disponible en nuestras páginas web.

Crear una petición